top of page

REAÇÕES DO SEU CORPO AO ESTRESSE

O estresse está relacionado com maneira como reagimos e nos adaptamos às demandas e ameaças encontradas durante o dia. O famoso cientista, Hans Selye, identificou um sistema de respostas que o nosso corpo dá quando somos submetidos ao estresse.

Estágio 1 - Alerta. Nosso cérebro recebe um sinal de que uma situação é fisicamente ou psicologicamente exigente e/ou ameaçadora. Por conta disso, o estado de alerta do nosso corpo é aguçado para 'fugir' ou 'lutar'. Há alterações em nossos sentidos (audição, visão), frequência cardíaca, sistemas respiratórios e digestivos e aumento de músculos de tensão. Se não formos capazes de neutralizar ou remover o que nos provoca o estresse, avançaremos para o estágio 2.


Estágio 2 - Resistência. Durante esta fase, os alertas do estágio inicial param de tocar e, nosso corpo faz menos esforço para lidar com o estresse. Quando somos capazes de lidar com sucesso com aquilo que nos estressa, nosso corpo começar a retornar para um nível anterior de descanso e equilíbrio.


Estágio 3 - Exaustão. Ocorre quando somos incapazes de lidar com aquilo que nos causa estresse e, não temos mais energia para resistir. É durante o estágio 3 que somos mais vulneráveis ​​a doenças físicas e mentais relacionadas ao estresse.


Nossos órgãos corporais correm o risco de sofrer lesões, em parte devido aos níveis elevados de cortisona, e somos extremamente vulneráveis ​​à invasão de substâncias que trazem doenças e enfermidades.

Na pior das hipóteses, se não respondermos aos sinais do nosso corpo, o que sugere que estamos fisiologicamente gastos, o colapso físico e nervoso pode estar próximo.

Na melhor das hipóteses, começaremos a manifestar uma variedade de sintomas físicos e psicológicos relacionados ao estresse.


Os seguintes sintomas são comuns em pessoas com altos níveis de estresse: dor abdominal, dificuldade em respirar, zumbido, lesões ocupacionais, dificuldades intestinais e choro.


Várias doenças e condições crônicas também têm sido relacionadas ao estresse, incluindo pressão alta, problemas nos rins ou na bexiga, artrite, problemas pulmonares ou respiratórios, distúrbios da vesícula biliar, distúrbios cardiovasculares, insônia, gastrite, úlceras estomacais, anemia, asma e etc.  


A ideia desse texto foi mostrar para você o perigo de não saber lidar com o estresse e, como seu corpo reage.  Caso você esteja no estágio três procure ajuda! 


Esse texto foi útil pra você? Conta pra mim.


Adaptado de Bernard (2018) e Hans Selye (1974)

Comments


bottom of page