top of page

O uso excessivo das redes sociais pode estar acabando com suas energias

De acordo com uma pesquisa publicada no The Journal of Social Psychology, o uso excessivo das redes sociais e as reações emocionais às postagens dos colegas esgotam as energias das pessoas, dificulta o equilíbrio entre família e trabalho e diminui o desempenho profissional.

A dependência da Internet é considerada uma preocupação crescente da saúde em muitas partes do mundo, algumas estimativas de taxas de dependência chegam perto de 10%. Ou seja, de cada dez pessoas que você conhece, uma está viciada em internet.


A natureza das redes sociais pode provocar comportamentos compulsivos ou mesmo um nível de dependência comportamental. Isso pode atrapalhar o seu dia-a-dia e a sua produtividade. Por exemplo, quase 70% dos adultos verificam o Facebook todos os dias. E os usuários de smartphones (quase todo mundo que eu você conhece) verificam o Facebook 14 vezes por dia, em média.


Como a utilização das redes sociais como Instagram, Facebook, Twitter, entre outras, são muito interativas, tende também a ser reforçadoras de comportamento. Ou seja, as pessoas usam as redes sociais para estimular conversas on-line e obter feedback sobre suas atividades, interesses e opiniões. Isso pode levar a comportamentos habituais ou viciantes de postagem e monitoramento.


Além disso, os funcionários podem usar as redes sociais para se distrair de situações de trabalho estressantes ou chatas ou para procrastinar atividades que deveriam realizar.

Como as pessoas postam nas redes sociais para obter reações de outras pessoas na forma de likes, comentários e compartilhamentos, os usuários podem experimentar reações emocionais ao ler as postagens de outras pessoas.

Essas reações emocionais, particularmente em resposta às postagens de colegas, têm o potencial de influenciar resultados como equilíbrio entre vida pessoal e trabalho, desgaste no trabalho e, até o desempenho profissional.

Isso acontece pois gastamos tanto tempo e energia para monitorar, estar e participar das redes sociais que que nos falta energia para coisas elementares como família e trabalho.


Recentemente li num relatório internacional de tendência globais, que, uma das tendências para os próximos anos é o "estar fora". Que nada mais é do que pessoas resolverem por conta própria darem um tempo das redes sociais.


Gostou do texto? Tem algum significado pra você? Conta pra mim?


Fonte: Zivnuska, S., Carlson, J. R., Carlson, D. S., Harris, R. B., & Harris, K. J. (2019). Social media addiction and social media reactions: The implications for job performance. The Journal of Social Psychology

bottom of page